sexta-feira, 30 de abril de 2010

Temos que derrotar este capitalismo selvagem.

Sabendo nós que a esmagadora maioria dos empregados por conta de outrem,assinam recibos de vencimentos de 500 euros,quando na verdade ganham mais de 700 euros,pois é das mais velhas formas de roubar o estado e o trabalhador,o que é que os inteligentes do governo resolveram fazer?
Quem for para o fundo de desemprego,vai ganhar 70% do seu último vencimento ou seja 375 euros,mas se receber uma proposta que seja 10% mais alta do que o subsidio de desemprego ou seja 412,5 euros,não pode recusar o emprego.
Ora aqui estamos perante um ataque do capitalismo mais selvagem de que memória.
Um empregado que ganha 700 euros,mas o patrão rouba-o e dá-lhe recibos de 500 euros para assinar,se for para o desemprego,fica a ganhar metade do que ganhava e ainda é obrigado a aceitar ir trabalhar por uma quantia ridícula.
E para quando um ataque a classe patronal sem moral?
É caso para citar Marx "trabalhadores de todo mundo ,uni-vos"e logo eu que sou de direita.

quarta-feira, 28 de abril de 2010

Com patrões de merda,não vamos lá.

Qual é a raiz de todos os males: o egoismo.
A confederação dos patrões querem medidas para reduzir quer o valor monetario do fundo de desemprego quer o tempo do mesmo e para quê?
Para continuarem a choramingar e dizer que tudo esta mal e para continuar a ter trabalhadores explorados,que no fundo são os únicos que pagam a crise.
Medidas para penalizar os maus patrões,não,isso não,o que temos é que perseguir quem trabalha,obrigar gente que trabalhou uma vida inteira a deixar de receber 500 euros de subsidio de desemprego para ir trabalhar horas sem fim,para ganhar os mesmos 500 euros por mês,isso sim é que é bonito.
Andar anos a fio,a ganhar 700 euros por mês(por exemplo)que é o que os patrões acham que é o que devem pagar,mas assinar recibos que atestam que o trabalhador ganha o salário mínimo,isso é roubar uma velhice menos penosa aos trabalhadores,mas isso não interessa regularizar,pois as entidades patronais precisam escravizar os seus trabalhadores,para comprarem vivendas e as vezes,falo com conhecimento de causa,não aumentam os trabalhadores porque não podem,mas compram cães de luxo que custam um dinheirão.
Dizer que não há aumentos,mas os chulos(administradores )terem direito a prémio,mesmo que a empresa dê prejuízo,isso sim é que é bonito.
O que estes filhos da puta mereciam é que nós,uns mansos do caralho,contra mim falo,devíamos ser como os gregos,entrar dentro das empresas,dos bancos e dar cabo de tudo.
Quem não tem dinheiro não tem vícios,quem não quer pagar o justo,que agarre na família e trabalhem eles ou então fechem a loja.

segunda-feira, 26 de abril de 2010

domingo, 25 de abril de 2010

A República dos cravas.


A revolução dos cravos fez 36 anos,idade mais do que suficiente para ganhar juízo,mas infelizmente,este País mais não é que uma imensa república de cravas.
É os crava um tacho
É os crava um subsidio europeu
É os crava um rendimento minimo......................etc............etc.......
Cambada de cravas.

quinta-feira, 22 de abril de 2010

Andre Rieu - Shostakovich' Second Waltz



Vamos ao menos celebrando a vida,apesar de cercados por ladrões,oportunistas e assassinos.

Há ladrões e oportunistas entre nós.

È Claro que a situação não é nova,faz parte da máfia dos partidos,isto é,eleger por um distrito gente que vive nos antípodas do mesmo é neste país o mais natural.
Agora o que não posso calar é a revolta que sinto,pelo contínuo roubo de que somos vitimas pelas leis que protegem os nossos eleitos e,como agora,se a lei não permite, abre-se uma excepção.
Toda gente sabe que o Teixeira dos Santos vive a muitos anos em Lisboa,onde tem casa,mas dá a morada do Porto para ter direito a um chorudo subsidio,ora quando temos estes Chico- espertos,para não dizer outra coisa,como ministros,que com estes belos exemplos,cada vez mais nos ensinam a sermos ladrões,pois não gostamos de ficar para trás.
Em relação a Inês de Medeiros,a única coisa que me apetece dizer é que estando farto de falsos moralismos da esquerda caviar,a que ela pertence,que se julga gente de outro patamar de outra cultura,estar a viver desta maneira à custa de um povo desgraçado,é obra.
Tem a palavra uma das pessoas que mais admiro neste país e que gostava de saber o que pensa deste roubo,refiro-me ao maestro António Vitorino de Almeida.

terça-feira, 20 de abril de 2010

Temos assassinos entre nós.

A vida é tão rápida e complicada que nos vamos esquecendo que este país a beira mar plantado teve em tempos, uma associação criminosa,um bando de assassinos que não só não pagaram os seus crimes como ainda foram ,por certos meios intelectuais de esquerda,elevados a heróis.
Um desses bandidos,talvez o maior,foi o Otelo Saraiva de Carvalho.
Para que a memória não se apague,tenho o dever moral,como cidadão desta nação de relembrar aos mais esquecidos,que gente inocente foi barbara e cobardemente assassinados por esses bandalhos das denominadas FP-25.

sexta-feira, 16 de abril de 2010

A natureza não quer nada connosco.

O presidente Cavaco silva ficou retido em Praga,o fecho do espaço aéreo da maioria dos países europeus por causa do vulcão finlandês,assim o obriga a ficar mais um tempo na Republica Checa.
Pena é que existe uma lei que proíbe que o presidente e o primeiro ministro não podem viajar juntos,não vá haver um acidente e Portugal ficava privado da sua "elite politica".
O quanto seriamos felizes,se o Sócrates tem ido e não conseguisse voltar?
Os sonhos que me vieram a cabeça!
Quando o Mário Soares ia roubar,perdão passear com a sua trupe de amigalhaços,nunca tivemos a sorte de um vulcão entrar em erupção.
Se tal tivesse acontecido e o Soares tivesse ficado envolto em lava,uma coisa podíamos estar certos,Portugal hoje seria um país muito melhor.

terça-feira, 13 de abril de 2010

É pena.

A menina do buérere já não é mais uma menina,ela cresceu.
lá saber-se porquê,chegou a hora de aparecer todos os dias no programa da Fátima Lopes,pelo menos esta semana.
É pena que só tenha crescido em altura,porque até nas mamas teve que comprar umas novas e duvido que haja alguém que lhe olhe para a cara,pois o tamanho das ditas ensombram todo o resto e ainda bem,porque a rapariga perdeu a voz que tinha,de rouxinol passou a trombone.
Valha-me as fotografias da Playboy porque sempre que ela aparece,não me lembro de nenhuma canção sua,apenas aquela "e tudo começou no p".

segunda-feira, 12 de abril de 2010

Blondie- a minha preferida.

Porra para isto.

O líder do meu partido,Pedro Passos Coelho disse :quem,em determinada altura da sua vida,recebe um apoio especial do estado deve retribuir com trabalho á sociedade e foi isso a que o líder chamou tributo social.
Ou seja a tal solidariedade nos dois sentidos,não faz qualquer sentido,se um dia precisarmos de pedir a certas comunidades que vivem à custa dos "apoios especiais do estado",para contribuírem com o seu trabalho para o bem comum em razão aos nossos impostos que lhes pagam,não a comida mas o ócio o não fazerem a ponta de um corno.
O dia começou mal,porque ainda estava a espreguiçar-me quando vejo uma cigana em amena cavaqueira com uma assistente social,isto é,venha lá mais algum que eu preciso e os pategos que paguem a factura.
Podem dizer,à vontade,eis aqui um racista,xenófobo ou o que lhes dê na veneta,mas a verdade é que depois de fazer 12 horas num domingo,quando saí de casa o meu filho estava a dormir e quando cheguei já na cama ele estava e quando vejo que a minha colega africana de nome Teresa pegar as 8 da manhã e fez direitinhas 14 horas de trabalho árduo para colmatar a falha de colegas,para ganhar dinheiro ,não para viver mas para sobreviver,fico fodido não aceito esta merda,puta que pariu para quem nos governa.
Trabalhamos para caraças e nem tempo temos para a família e o estado ajuda gajos que não querem fazer nada,paga-lhes e os tipos ficam ali a beira dos filhos e nós que trabalhamos,não podemos dar a atenção aos nossos filhos porque temos que ganhar à vida.
Só quem sabe o que é a merda da ciganada e quem tem o azar de levar com eles é que tem a noção do crime que estamos a cometer e pior que isso,a alimentar,gente que nada faz nem nada quer fazer,só deseja viver á custa dos outros.

sábado, 10 de abril de 2010

Também eu.


Todos gostamos que esperem por nós.

Bons velhos tempos.

Deixem-se de paneleirices.

Andamos preocupados com os gays,se podem casar ou não e vamos deixando passar situações verdadeiramente importantes e que se podem revelar determinantes no sossego que a vida de um homem de trabalho,como eu(desculpem a imodéstia)assim exige.
Eu quero lá saber se os gajos e as gajas para levarem onde levam as galinhas,precisam ou não de oficializar a coisa,a mim o que me preocupa é estes incompetentes que fazem as leis e que podem pôr assassinos perigosos cá fora,por causa da má feitura de leis.
Deixem-se de paneleirices e preocupem-se com o que realmente é importante,ponham ordem nesta merda de País.

quinta-feira, 8 de abril de 2010

Ao cuidado do josé Socrátes.


Este video deve ser divulgado por todo mundo e principalmente em Portugal,para a corja que nos governa ter vergonha do que nos rouba.

O escritor do regime.

Para quando o livro:
O MIÚDO QUE PREGOU O MANUEL ALEGRE NUMA CRUZ.

terça-feira, 6 de abril de 2010

Quem semeia ventos.....

Quem semeia ventos colhe tempestades,esta adágio assenta que nem uma luva a Eugène Terri Blanche.
Quem vive em África e sendo branco e ainda por cima defendendo a segregação racial e desejando uma terra de supremacia branca,alimentando o ódio de parte a parte,não é de admirar o fim que teve.
Eu sei que é difícil que quem sempre teve privilégios por pertencer a raça dominante e vê o seu mundo ruir,como aconteceu aos sul-africanos brancos,ver os mesmos serem postos em causa pelo novo poder,mas bastava olhar para o vizinho Zimbabwe e aceitar perder algum poder em troca de mais protecção,para que não acontecesse o mesmo na África do Sul.
Mas não ,a extrema-direita quis a toda força manter as riquezas que foram construídas de forma pouco clara.
Mas temo que isto não fique por aqui,pois o líder da juventude do ANC faz questão de desenterrar uma canção do tempo da luta armada,que faz apologia da morte ao agricultor Boer.
Lembro-me que um dia se pôs em questão a realização do mundial na Argentina por causa do regime militar que na época governava o País e agora não vejo ninguém preocupado com este incitar da morte aos brancos na Africa do Sul.

segunda-feira, 5 de abril de 2010

É só ladrões.


O partido do povo tem 270 imóveis,isto sem contar o que os dirigentes do mesmo partido roubaram nos idos da revolução de Abril e então o que destruíram nem se fala.O partido não revelou o seu valor patrimonial?Mas não é suposto as finanças saberem de tudo e que todos os que pagam impostos terem o direito de saber,o quanto valem as fortunas dos nossos partidos?
Se existe esta cortina de fumo sobre o que vale realmente o PCP,não me admira que o país continue nesta roubalheira pegada.
os 72 imóveis do PS valem 5,6 milhões de euros,mas qualquer pessoa sabe que só isso devem valer a sede do largo do Rato e a sede do PS ao Príncipe Real,isto é que é um ver se te avias.
Gostava de saber a história da acumulação deste património,outro Rui Mateus do património que surja por favor.
E depois vem o PS dizer que está escandalizado com o que ganha o Mexia.
Eles (PS) sentem-se escandalizados eu sinto-me roubado,não só pelo que ganha o Mexia mas pelo que ganham os gestores públicos,na generalidade e pior que isso o que embolsam os partidos políticos do nosso país.
Ao António José seguro apenas lhe quero dizer que me sinto roubado por todos os políticos portugueses.

Muito incomodado.

As histórias de terror que vão surgindo sobre Savimbi,deixam-me ,verdadeiramente incomodado.
Aprendi desde tenra idade a gostar da UNITA,a admirar o seu chefe a sua luta,mas longe de mim,saber toda crueldade com que ele dirigia a UNITA.
É verdade que eu não posso largar lágrimas de crocodilo,é verdade que eu sabia que ele tinha mandado matar o Tito e o Wilson dos Santos e mesmo assim continuei a acreditar,pois fui ou deixei-me enganar ,talvez pela admiração que tinha pelo mais velho,e pensei que tinha sido por traição ao movimento.
Mas os relatos que eu agora leio sobre a forma como ele matava as próprias mulheres,deixam-me muito,muito triste e incomodado,eu tinha que ter sido mais perspicaz,eu não podia ter simpatizado com um serial killer.